Mitosyl-noticias-cortes

Notícias

Excesso de cortes vaginais durante o parto.

Em Portugal, 77% das mulheres que tiveram partos vaginais desde o início deste século foram sujeitas a cortes do períneo. A indicação internacional é que não exceda os 5%.

 

Os hospitais portugueses abusam dos cortes cirúrgicos vaginais (episiotomias) durante os partos. Se as taxas elevadas de cesarianas já obrigaram mesmo a constituir grupos de trabalho para conter o problema, que ganha especial destaque no setor privado, onde seis em cada 10 partos acabam numa cirurgia – o dobro do setor público -, há uma outra prática onde o país se destaca do resto da Europa pela negativa: a episiotomia.

 

Em 907 mil partos vaginais ocorridos entre 2000 e 2015 em hospitais públicos portugueses, 696 mil (77%) mulheres foram submetidas a uma incisão no períneo (área muscular entre a vagina e o ânus) para ampliar o canal de parto.

 

Leia o resto da notícia aqui.

 

FONTE: Jornal Diário de Notícias

Loading...