Não mexer, por favor. A gerência agradece

Não há outra forma de dizer isto: O português gosta de tocar. Se gosta de alguém, quer tocar. E eu percebi isso na pele. Aliás, até esbocei uma teoria capaz de deixar orgulhoso todo e qualquer professor de matemática que tive ao longo da minha vida académica. Por acaso, olhando para trás, só me lembro de 2 "stores" de Matemática: um de barbas no 9º ano que não nos deixava usar... Ler Mais


AC/DC

AC/DC

Sim. O concerto deles está quase aí. O leitor sabia que somando a idade de todos os elementos dos AC/DC o resultado é exactamente igual ao meu NIB? Mas não é sobre esses AC/DC que vou escrever. É sobre outro AC/DC. Antes da criança/Depois da criança. É assim que a vida de um casal se pode dividir. Mas atenção! Não estou a querer dizer que o “antes” é a parte boa e o “depois”... Ler Mais


Inevitabilidades

Inevitabilidades

Vem aí uma criança na sua vida? Antes de mais, muitos parabéns. Não vou pelo discurso convencional do “que seja uma hora pequenina”, “que vos deixe dormir à noite” ou “já tem nome?” (já agora, se ainda não tem nome, lembro que Vasco é sempre uma opção. Especialmente se a criança for rapaz.) Não vou por aí. Não. Se vem aí um bebé, vou é pedir-lhe que leia este texto... Ler Mais


O melhor do mundo são as crianças. Até quando fazem cocó

Uma coisa é quando nos avisam. Outra coisa é a constatação que é mesmo verdade: ter um bebé em casa muda muita coisa. Os horários. A (des)arrumação. A banda sonora. A relação com os vizinhos. O número de vezes que se utiliza a máquina de lavar roupa. (A sério. Pobre coitada da máquina que deve estar a pensar “o que foi que eu fiz para me obrigarem a trabalhar tanto, assim de... Ler Mais


Desejos de pai

Desejos de pai

"Oh meus amigos, não há dúvidas, aqui não há moeda falsa!". Foram essas as palavras exactas do nosso médico obstetra assim que viu uma foto do meu filho seguida de uma foto minha com a mesma idade. E de facto, tenho de assumir, é verdade. O raça do miúdo é mesmo parecido comigo. Tem o meu nariz. A minha cor de cabelo. O meu arroto. Mas como será ele daqui a alguns anos? Será que vai... Ler Mais


Pele atópica: prevenção, prevenção, prevenção!

Já vos tinha dito aqui que o Mateus é uma criança dada à coceira. Não, não são pulgas (para já), é só mesmo uma pele atópica e sensível que faz com que a criança não se possa apanhar despida sem que se comece logo a coçar por todos os lados. A coisa está MUITO mais controlada, em grande parte porque andamos sempre em cima do assunto e porque o besuntamos com frequência.... Ler Mais

Loading...