6-12 Meses

Rabinho, rabinho

A melhor fralda é a que se muda a tempo. Por muito que as fraldas absorvam, o amoníaco da urina, a humidade e a falta de ar produzida pela fralda podem provocar irritações e causar danos à pele.
Recomendamos que mudem o vosso bebé sem esperar que a fralda esteja suja porque a urina é muito mais irritante para a pele do que as fezes. É essencial lavar o vosso bebé e mantê-lo o mais seco possível. Para tal precisarão apenas de água e sabão.
Deverão secá-lo muito bem, sem esquecer as dobras da pele para evitar fungos e erupções cutâneas. As toalhitas húmidas são muito práticas fora de casa, mas não as utilizem todos os dias sem enxaguar e secar, sobretudo se a zona estiver irritada.
Neste caso, podem usar uma pomada para aliviar a irritação e a vermelhidão. Mitosyl é uma pomada que alivia e repara rapidamente as irritações. Aplique-a sobre as assaduras sem espalhar. Por outro lado, as fraldas de algodão tendem a causar menos erupções que as descartáveis, pelo que poderão pensar em usar este tipo de fraldas durante um tempo. Apesar de darem mais trabalho, ajudarão também a cuidar melhor do ambiente.
Para lavar o bebé depois de um dejeto podem usar bolas de algodão, uma toalha molhada apenas com água ou lenços de papel embebidos em loção de bebé. Se o bebé é uma menina, devem limpá-la sempre de frente para trás para evitar a transferência de patogénicos para a área vaginal. Se for um menino, recomendamos que coloquem a fralda de substituição aberta em cima do pénis enquanto o mudam, isso vai evitar que o/a molhe se fizer chichi.

SABIA QUE…?
As loções florais para crianças são desinfetantes e calmantes e são muito indicadas para a limpeza da zona genital.
A fralda é o terceiro produto que gera mais lixo. Por cada criança utilizam-se entre 5000 e 6000 unidades. Calcula-se que por cada bebé se cortem 10 árvores e se gerem 4 toneladas de lixo. Como resposta a este problema, existem fraldas ecológicas, naturais, reutilizáveis e biodegradáveis.

Bibliografia
“Meu filho, meu tesouro” do Dr. Benjamin Spock
“Os meus primeiros 100 dias” de José Luis Romero
“Bebés-Bio” de Claire Gillman
“Beija-me muito” de Carlos González

Loading...