0-6 Meses

Tempo de mimar

Lembra-se daquela sensação de aconchego e conforto, quando a parteira lhe colocou o bebé recém-nascido sobre o peito? O tato é o primeiro sentido que o bebé utiliza para comunicar com o mundo. O contacto da pele dele com a sua é essencial para a vitalidade e o desenvolvimento sensorial dos bebés. Prolongue-os criando momentos carinhosos e doces através da massagem.

Vamos experimentar?
Esqueça o telefone, a televisão ou quaisquer compromissos. Nada deve perturbar a pequena bolha de harmonia entre vocês. Escolha um momento perfeito: depois da sesta e do jantar.
A pele do bebé é finíssima e sensível. Utilize um óleo de origem vegetal, que pode aquecer entre as mãos. Para evitar alergias, como o óleo de amêndoas doces, aconselhamos vivamente a calêndula (protetora), a jojoba (nutritiva), a semente de damasco (tonificante) e o gergelim (aquecimento).
A massagem pode durar apenas alguns minutos ou prolongar-se até 20 minutos ou mais, se o bebé estiver a gostar. Os movimentos são lentos, fluidos e harmoniosos. Não se trata de acariciar o bebé, trata-se de exercer uma ligeira pressão firme mas suave que os envolve meticulosamente.

Rosto
… com os polegares, com as suas mãos posicionadas de ambos os lados da cabeça, com o bebé deitado de costas.
1- Começar pela testa e as bochechas, do centro em direção às têmporas.
2- Massajar desde o canto do olho, até ao arco da sobrancelha e sob o olho.
3- Massajar o nariz, de cima para baixo.
4- Em seguida, desenhar um pequeno coração em torno da boca dele.
5- Finalmente, deslizar os polegares desde o queixo até às têmporas.

Coxas rechonchudas
… faça uma pulseira com as mãos e mova-as uma após a outra, com o bebé deitado de costas.
1- Massajar do quadril em direção ao joelho, alongando levemente e abrindo a perna.
2- Com as duas mãos, fazer o movimento inverso da coxa ao joelho com se estivesse a aparafusar/desaparafusar.
3- Terminar nas plantas dos pés com os polegares, massajando desde o calcanhar até aos dedos dos pés.

Bracinhos e mãozinhas
… faça uma pulseira com as mãos, uma atrás da outra, com o bebé deitado de costas.
1. Massajar do ombro em direção ao pulso, alongando levemente e abrindo os braços.
2. Com as duas mãos, fazer o movimento inverso do ombro ao pulso como se estivesse a aparafusar/desaparafusar.
3. Terminar nas mãos, utilizando os polegares para massajar desde a palma até aos dedos.
Peito e barriguinha
… com as mãos espalmadas e o bebé deitado de costas.
1. Massajar a partir do esterno para baixo de ambos os lados.
2. Com a mão direita, massajar do lado esquerdo para o ombro direito, em seguida, do lado direito para o ombro esquerdo.
3. Posicionar as mãos à volta, movendo-as de ambos os lados para o púbis como se de uma onda se trata-se.

Costas e rabinho
… com as mãos espalmadas e o bebé deitado de bruços.
1. Massajar para trás e para a frente transversalmente desde os ombros até ao rabinho.
2. Exercer pressão, deslizando para baixo desde o pescoço até ao rabinho, segurando com uma mão por forma a manter o rabinho estabilizado.
3. Por fim, exercer pressão à medida que se desliza para os pés e, em seguida, o movimento inverso até ao pescoço.
Não se esqueça de falar com o seu pequenino durante a massagem. A comunicação através do tato e das palavras confortá-lo-á. Vão querer brindar-vos com os seus mais belos sorrisos e palrares! Um momento encantador de intimidade partilhada.

Loading...